5 HÁBITOS QUE CONTRIBUEM PARA VOCÊ CONSTRUIR A VIDA QUE DESEJA.

Acredito que passamos da época em que terapia era considerada “coisa de maluco”. Esse mito, ainda bem, foi superado. Se hoje a importância do autoconhecimento para ter sucesso em qualquer área da vida é um fato que está se popularizando, na mesma medida, não temos a cultura de investir nisso.

Quando falo em investimento, não se trata apenas do financeiro, e sim, da criação  de hábitos que contribuam para o autoconhecimento, pois ele é constante na vida de qualquer pessoa. Inclusive, existem várias abordagens terapêuticas e técnicas, porém nenhuma é mágica como muitos gostam de afirmar. Que fique claro que nenhuma substitui o trabalho com um profissional capacitado.

Lembrando que cada pessoa é única em suas características, habilidades e formas de ver o mundo, e por isso mesmo, a jornada do autoconhecimento é extremamente individual. Você pode optar por fazer práticas guiadas – como cursos de mindfulness por exemplo, ou talvez você se sinta melhor socializando menos e prefira investir tempo em leituras e cursos que privilegiam diretamente o raciocínio. O verdadeiro valor do autoconhecimento não está no meio que você utiliza para alcançá-lo e sim em como você organiza e vive o próprio processo.

Por isso, respeitar suas sensações e se permitir experimentar e trocar até se sentir confortável, é fundamental para você avançar. Posto isto, independente do caminho que escolher – se investir em terapia não está no seu alcance ou planejamento no momento – seu sucesso vai depender da sua postura e atitude diante dos três fatores a seguir:

 

1. Esteja aberta para mudanças

Se conhecer não é um mar de rosas. É um mergulho profundo dentro de si próprio, onde você pode encontrar muitas coisas que não gosta. Entretanto, isso é necessário para que mudanças aconteçam. Nenhum resultado diferente virá se você continuar apegada a tudo que é hoje.

Mesmo às coisas boas podem se transformar, e é necessário que você mantenha sua cabeça aberta para aceitar possíveis mudanças, pois mesmo aquelas que parecem desconfortáveis, a longo prazo se provam necessárias para nosso crescimento. Portanto, tire o pé do freio e não se apegue a sua zona de conforto.

 

2. Tenha clareza de visão

É bem verdade que se você não souber para onde está indo, qualquer lugar vai servir, mas qualquer lugar não é sinônimo de bom – não importa o quanto você esteja vivendo uma fase difícil. Pergunte-se: para onde quero ir? Onde desejo estar em 5 ou 10 anos? Eu realmente quero me conhecer melhor? O que está me fazendo buscar isso?

Pois se estiver mesmo interessada em superar desafios e alcançar objetivos maiores, então trace suas metas, tenha clareza de visão… Saiba para onde você quer ir. E fique atenta para ter ações e atitudes coerentes com isso. Se está pensando em levar uma vida mais saudável, continuar sedentária talvez não seja a atitude ideal, concorda?

Então liste suas metas (os pequenos passos que vai dar para atingir um objetivo maior) e comece a dar um passo de cada vez. Ainda que no meio do caminho você mude de ideia ou encontre uma direção melhor para você, já terá feito grande parte do trabalho com o compromisso que teve consigo mesma até ali.

 

3. Não fique a espera de um milagre

De nada vai adiantar ter toda a clareza de visão do mundo, se você não se colocar em movimento. Portanto, a terceira atitude que você precisa ter para se desenvolver sem investir tanto tempo ou dinheiro em terapia, é bem simples mesmo: agir.

Planejou? Então execute. Criou suas metas? Então tenha compromisso para cumpri-las.

 

Preparei uma aula com o tema – Sonhos, Metas e Ação – com dicas para você aplicar em áreas exclusivas da sua vida. Milagres não vão acontecer em sua vida somente por sua boa intenção ou coração – não esqueça!

Você precisa agir e vou adorar te acompanhar neste caminho. Assista a aula se inscrevendo aqui. 

 
Open chat
Quer desenvolver todo seu potencial?