Escolha uma Página

Encontre um momento de paz, agora!

Respire fundo… e perceba que existe uma maneira fácil para reduzir o estresse, raiva, ansiedade e medo. Há uma maneira de encontrar um estado de espírito mais calmo, mais focado neste momento. Mesmo se você não foi capaz de meditar antes…

Você quer aprender a meditar com OMM?

Baixe o aplicativo e experimente, é grátis para iOS ou Android.

Visite: onemomentmeditation.com/app

Corpo: a morada da alma

Corpo: a morada da alma

Você já deve ter ouvido por aí que quando as emoções são reprimidas e ignoradas o corpo acaba sofrendo com isso. Pode ser uma dor muscular, dor de cabeça, alergias ou até o excesso de peso. Sim! Talvez essa dor que você esteja sentido tenha um fundo emocional. Isso não significa que seja uma invenção da sua cabeça, pelo contrário, ela é real! Então além de cuidar da dor, saiba que é necessário cuidar do emocional também.

Porém, não sabendo o que fazer, algumas pessoas acabam repetindo velhos padrões; acreditando que ao fazerem isso, tudo ficará bem. Por um período até fica, mas tem prazo de validade, e em algum momento necessitará encontrar novas formas de estar no mundo, mas até perceberem isso, atuam na vida de forma automática, sem realmente vivê-la plenamente.

Percebi isso, quando comecei a estudar sobre o emagrecimento. Algumas pessoas reclamavam do efeito sanfona ou da dificuldade que tinham para emagrecer e manter o peso desejado. Cheguei a conclusão que não basta focar no corpo ou na mente separadamente. É essencial que você perceba seu corpo e sua mente de forma única e integral. Tome consciência da real importância desses dois em sua vida e reflita como você tem se tratado. No infográfico abaixo preparei 06 dicas para você fazer as pazes com o seu corpo e alcançar uma vida plena e feliz! Cuide-se e tenha paciência com você. 🙂

Infográfico Dos 6 Passos

Resoluções para transformar seu ano em um ano incrível!

Resoluções para transformar seu ano em um ano incrível!

Quando um ano termina e outro começa, a história é sempre a mesma; todos querendo fazer do ano que está entrando o melhor ano de suas vidas. Acredito que seja por aí mesmo, procurar sempre nos superarmos, fazer o nosso melhor, mas na maioria das vezes, são apenas promessas, que na maioria das vezes nem são cumpridas. Mas como fazer para mudar isso?

Pensando nisso, resolvi dar um empurrãozinho. Mas lembre-se que isso é algo que você pode começar a fazer a qualquer momento; não precisa esperar começar o ano, mudar o mês ou esperar a segunda-feira chegar. Algumas mudanças podem iniciar assim que você terminar de ler esse texto. Simples não?

Para começar pedirei que você faça uma reflexão acerca do que tem acontecido. Logo abaixo apresentarei algumas perguntas que te ajudarão nesse processo, por isso é importante que tire um tempo para responde-las calmamente. E nada de responder mentalmente, ok? Pegue um caderno e uma caneta e mãos à obra!

Na maioria dos casos, as pessoas costumam reclamar dos acontecimentos passados; eu me pergunto com que finalidade, afinal reclamar não gera mudanças. Tenha isso em mente, ok? Com isso, ao invés de ficar remoendo tudo que deu errado ou não saiu como você queria, recomendo que você passe a escrever todas as coisas boas que aconteceram no ano que passou. De acordo com tudo o que você escreveu, qual você considera a mais positiva?

Aposto que relembrar esses fatos devem ter gerado uma sensação de bem-estar em você; e ainda arrisco dizer que você deve ter se percebido com um sorriso no rosto, perfeitamente normal, afinal são suas memórias trabalhando a seu favor. O próximo passo é relembrar todos os momentos de superação vividos no ano que passou; registre também os talentos que te ajudaram nesse processo de superação; esse exercício ajuda a ampliar seu senso de auto eficácia.

É importante anotar tudo, pois é comum as pessoas viverem suas vidas de forma tão automática que nem chegam a valorizar as coisas boas que acontecem. Com isso, vão vivendo suas vidas como se não fossem os responsáveis por ela. E falando em responsabilidade, aproveite para analisar de que forma você tem aproveitado o seu tempo. Lembrando que o tempo é igual para todas as pessoas. Você tem utilizado ele corretamente?

Após toda essa reflexão, gostaria que anotasse o maior aprendizado que você leva para a sua vida; é claro que, não poderíamos esquecer das pessoas que foram importantes nesse momento, anote todas! Após ter feito esse registro, circule o nome das três mais importantes e aproveite para escrever uma mensagem (pode ser uma carta, e-mail, WhatsApp…o que você quiser), informando à essas pessoas o quanto elas foram importantes em sua vida; e com isso, você trabalhará a gratidão. 🙂

E para finalizar, anote uma palavra, a primeira que vier à sua mente que sirva como um resumo do ano que você passou. Falo ano, mas você pode fazer quinzenal, mensal, bimestral, ou seja, como você quiser. Apenas esteja atenta para fazer!

Desejo que você possibilite a mudança que deseja para a sua vida!

Um  grande beijo e um excelente ano para você! 🙂

Ps.: Aproveite e assista esse vídeo que gravei sobre as áreas a vida.

Lembro da minha infância.

Lembro da minha infância.

Olá, me chamo Vitor Costa, sou professor de Educação Física, formado em Licenciatura e Bacharel pelo Centro Universitário Augusto Motta. Fiquei muito feliz e aproveito para agradecer o convite da Soraya Farias em abrir este espaço para profissionais da área da saúde, de forma a somarem ainda mais na vida das pessoas. Através desse texto, mostrarei que você pode cuidar da sua saúde com pequenas mudanças de hábitos.

Bola de Gude

Lembro da minha infância, em que brincava de piques, jogava bola, jogava bolinha de gude, rodava pião, e tantas outras atividades que minha mãe tinha que ir me buscar na rua, senão não voltava para casa. Diferente dos dias de hoje que minha irmã tem que implorar aos meus sobrinhos que larguem o computador, o “tablete” e o vídeo game para brincarem na rua.

Este exemplo se tornou normal nos dias de hoje também na vida dos adultos, pois, para irmos comprar pão na esquina, irmos ao banco, pegar as crianças na escola, usamos o carro ao invés de irmos andando, também poderíamos usar as escadas ao invés do elevador, lavar o carro manualmente e tantas outras atividades que nos ajudariam a gastar um pouco mais de calorias. Hoje temos controle remoto para tudo, os manuais agora são automáticos e toda essa facilidade nos tem deixado mais preguiçosos. A tecnologia evoluiu muito e junto com ela, a praticidade em tudo e cada vez nos movimentamos menos.

Hoje, as nossas responsabilidades ou o que a própria sociedade nos impõe, nos levam a estudar cada vez mais, trabalhar muito, descansar cada vez menos, dormir praticamente nada, pois se quisermos alcançar nossos objetivos isso é necessário; e quando chegamos em casa, depois de um dia exaustivo, a única coisa que queremos é tomar banho, comer e dormir, e este último, quando dá. Aí te faço as seguintes perguntas:

Os problemas de saúde adquiridos com esta vida intensa, tais como obesidade, hipertensão, diabetes, problemas de coluna, joelhos e tantos outros problemas crônicos e agudos que aparecem, valem o esforço?

Vale à pena ter tudo no sentido de bens materiais e não ter saúde para aproveitar com sua família?

Correr na Praia

Infelizmente só percebemos o valor da saúde, quando ela começa a nos faltar, a dar sinais de quão frágil somos. Será que estamos planejando bem o nosso dia? Cuidar da saúde, pode ser mais fácil do que parece, sem ser chato como costumam dizer. Não necessariamente você precisa se matricular em uma academia ou determinar horários específicos para fazer exercícios físicos, cuidar da saúde não é uma coisa fechada em que só tem resultado se fizer tal coisa em específico. Temos é que mudar nossos hábitos, nos mexermos mais como: andar, correr, pular, agachar, alongar e tudo isso já esta incluso no nosso cotidiano.

A dica que eu deixo é… Programe seu dia com antecedência com horários para trabalhar, estudar, comer, dormir, descansar; e se não puder separar 30 minutos que seja para se exercitar, inclua as atividades diretamente nas suas obrigações.